"Escuta, eu não quero contar-te o meu desejo. Quero apenas contar-te a minha ternura."

Manuel Bandeira