"Pra amar, tem que conhecer. Pra amar, tem que se perceber. Pra amar, tem que doer um pouco. Porque dói, é uma descoberta, é uma mudança, é um se ver no outro, é um ver o outro exatamente como ele é - e ainda assim amar."


Clarissa Corrêa



"E então você descobre que não tem nada de errado. Que é uma mulher bonita, legal, inteligente e divertida. Que as pessoas são livres para gostar de quem quiserem. Que um relacionamento às vezes acaba porque tem que acabar. Que ninguém é obrigado a gostar de você só porque você quer. Que freqüentemente a gente gosta é do gostar, e não especificamente daquela pessoa. Que quando for o tal do “pra ser” vai ser. Que não pode depender emocionalmente de ninguém, a não ser de você mesma. E que é preciso, antes de tudo, se gostar. Muito." 

Clarissa Corrêa

"Abra os olhos. O que você vê? Mais possibilidades? Sua nova perspectiva te dá mais esperança? Essa é a meta. Mas nem sempre dá certo assim. Às vezes uma mudança de perspectiva só faz você ver o que você perdeu."

Grey's Anatomy
(10º temporada, ep 22)

"Já passei boa parte da vida imaginando um futuro lindo. Hoje eu me preocupo em arregaçar as mangas, jogar a lamúria na primeira lata de lixo e começar a trabalhar para que as coisas aconteçam. As lindezas do mundo são muitas, mas nada vem de graça."

Clarissa Corrêa


"Um dia seus olhares se cruzam. Você sente uma coisa que nunca sentiu. Seu coração acelera. Seu corpo arrepia. Seu olhar ilumina. Sua boca fica seca. Sua barriga sente um frio interminável. Borboletas dançam uma dança bonita no seu estômago. O mundo de repente para por um segundo. E você pensa oi, sorte."

Clarissa Corrêa


"Beleza não é ter um cabelo longo, pernas finas, pele bronzeada e dentes perfeitos. Acredite em mim. Beleza é o rosto de quem chorava e agora sorri. Beleza, é a cicatriz no seu joelho que você tem desde aquela vez que você caiu quando era criança, beleza é quando o amor não te deixa dormir de noite, beleza é a expressão no seu rosto quando o despertador toca de manhã. É a maquiagem borrada quando você toma banho, é a gargalhada de quando você conta uma piada e só você entende. Beleza é encontrar o seu olhar e ficar sem rumo, beleza é o seu olhar quando eu olho para ele, é quando você chora por suas paranoias, são as linhas de expressão marcadas pelo tempo. Beleza é o que a gente sente por dentro e que também reflete por fora. Beleza são as marcas que a vida nos deixa, todos os chutes e caricias que as memórias nos dão. Beleza, é se deixar viver."

Emma Watson


"Não adianta ficar refém do medo. Independente dele, as coisas vão ou não acontecer. Não faz sentido ficar martelando no "e se" ou no "talvez". Na maior parte das vezes eles só atrapalham a vida e causam rugas precoces no meio da testa."


Clarissa Corrêa


"Tem dias em que você quer um colo, mais nada. Porque de vez em quando tudo que a gente precisa é isso, se cercar de carinho e nada mais. Sem palavras, só presença física."


Clarissa Corrêa


"Acho que o amor não tem muita explicação, a não ser a seguinte: a gente precisa estar preparado para a chegada dele. Porque é difícil, é muito difícil amar. E dói. Não pense que ao encontrar o amor da sua vida os dias se transformarão em delícias sem fim. Dói. O amor de verdade dói. Ele arranha. Você fica com medo que um dia o sentimento te abandone. Isso causa dor. Dói. Eu insisto: dói. Não é um mar de rosas, depois que passa a fase inicial e você conhece os defeitos de trás para a frente, dói. É uma dor doce. Mas você não precisa da outra pessoa. Você gosta de como ela te abraça, te entende, te ouve, te beija, te olha. Você acha bonita a forma como ela mexe a colher dentro da panela, amarra o sapato, segura o guarda- chuva, tosse, liga a televisão. Só aquele tom de voz te tranquiliza, só aquele abraço te salva do caos de uma semana infernal. Você tem consciência que existem outras coxas, peitos, braços, pernas, olhares e cérebros no mundo. Você sabe que existem outras pessoas bonitas, atraentes e cheirosas no planeta. Mas só aquela te deixa com tesão. Tesão por tudo. Pela vida. Pela crença no amor de verdade. Pela vontade de juntar as escovas de dentes e as meias na gaveta. Pela magia que o amor traz. Pela rotina que o amor traz. Pela chatice que o amor traz. Porque o amor também é chato, um legítimo velho resmungão. O amor também é cheio de tédio. Mas se você sente que só aquela pessoa vale e merece essa dor que acompanha o amor, então é porque você ama com tudo o que você pode. E, aí sim, é que você está completamente livre. Livre para ser quem quiser. Para fazer o que tiver vontade. Para exercitar a sua solidão. A dois. Somando. Fazendo crescer."


Clarissa Corrêa